Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Primeiros espantos

por baía azul, em 05.07.11

 

Os carros fazem travagens bruscas, ouvem-se os travões a chiar, mas não os bangs, os choques. Há que admirar a capacidade de quem conduz em Luanda.

Não há manobra que seja totalmente legal, no meu ponto de vista que tirei a carta na província e nem foi cá!

 

Assustei-me quando senti o prédio tremer, um barulho na rua como se estivesse a passar um hummer limousine. Comentei: “É um super hummer a passar?”

A cara de espanto e de gozo de quem me respondeu antevia uma resposta inesperada e passava-me um atestado de tamanha ignorância, que por momentos arrependi-me da pergunta.

“É um candongueiro!”

A minha gargalhada foi inevitável. O sorriso do outro lado foi misericordioso, porque no mínimo eu merecia uma extiga*!

 

Também experimentei o trânsito. Não aquele das 8h da manhã, mas o da hora do almoço e lembrei-me de um comentário que ouvi de um português na minha primeira noite: “Aqui o melhor momento do tuga é às 7h da manhã, quando liga a SIC Notícias e ouve o report do trânsito em Lisboa, no IC19, na Ponte 25 de Abril. Fartamo-nos de rir!”

 

Mas foi n’A Sombra, no Kinaxixi, que senti um bocadinho Portugal em Luanda. Não pela presença de portugueses, mas pelo fado que tocava enquanto o almoço era servido. No prato chegou um bife de panela, temperado a gosto e um sumo natural de maracujá para refrescar quem sente calor, quando todos dizem que está frio.

 

Apesar dos contratempos, acabou por ser um dia fotográfico bom. Captei algumas imagens do quotidiano que me deram bastante prazer, mas o facto de ter o vidro do carro como barreira ou mesmo o decreto-lei como proibição inibiu alguns movimentos da lente.

 

#day 4

 

*extigar: gozar com alguém sem maneiras*

* sem maneiras: sem ter em conta os limites

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 23:11



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2012
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2011
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2010
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2009
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D